“RIO-A-DENTRO” – A POSSIBILIDADE DE OBSERVAR O RIO TEJO SEM PRESSA

Um composto único de natureza: rio, canais secundários, ilhas, recantos mágicos, lugares únicos, árvores e plantas sem fim, aves das mais diversas espécies e cavalos nas ilhas e praias.
Fazem-se sem pressas, sem stress, ziguezagueando por entre ilhas, ilhotas e bancos de areia, vendo bem de perto a fauna e flora, tudo calmamente. Afinal, temos 2h30, tempo suficiente para fazer um passeio e descobrir o Rio Tejo. Tudo isto, sempre rodeados de conforto e de natureza.

Embarcamos no “Rio-a-Dentro”, no Cais do Escaroupim ou na Marina de Salvaterra de Magos. Depende sempre da maré e da hora do dia. Vamos ao sabor das águas e da corrente, silenciosamente por entre as margens verdejantes de salgueiros e freixos

Ziguezagueamos por entre ilhas, bancos de areia e canais secundários. Só assim podemos visitar aqueles lugares que parecem o paraíso. Cavalos a pastar livremente nas ilhas, centenas de aves de diferentes espécies e peixes a saltar no rio. Locais que só se costuma ver em postais ilustrados e nos documentários de televisão.

Se a maré permitir, navegamos por entre ilhas e canais secundários, locais perdidos no tempo onde raramente alguém vai. Tudo para ver alguns dos muitos “recantos mágicos” que o Rio Tejo nos reserva e onde habitam, nidificam ou pernoitam centenas de aves.

Navegamos pelas Ilha das Garças, Ilha dos Cavalos, Ilha dos Amores, entre outras. Passamos pela “Aldeia Avieira” da Palhota, Escaroupim e chegamos até Valada. E descemos pelo rio, até ao “Porto da Palha” e ao “Mouchão da Casa Branca”, a ilha onde podemos ver, em estado selvagem, os potros Lusitanos da Coudelaria de Alter Real. Com sorte, até conseguimos conhecer a “Praia Doce”.

Poder assistir, no entardecer, ao regresso das Garças-Boieiras à Ilha das Garças, é simplesmente maravilhoso. Navegar no Rio-a-Dentro e ver as garças, bando após bando, voar bem perto de nós a caminho da ilha. Uma maravilha!

No Cais do Escaroupim, ao pôr-do-sol, há quem se apaixone todos os dias. Pelo rio, pelas aves, pela natureza, pela vida. Experimente aqui vir e sinta o que acontece depois.

Back to top button
Close
Close