Salvaterra de Magos

Encarregados de Educação do J. de Infância de Marinhais contra Hélder Esménio

No sábado à tarde, depois de postar na sua página pessoal do Facebook, as novidades relativas à pandemia da Covid-19 no concelho de Salvaterra de Magos, o presidente da Câmara Municipal e responsável máximo pela Protecção Civil do concelho, Hélder Esménio, começou a receber mensagens de alguns encarregados de educação do Jardim de Infância do Centro Escolar de Marinhais que foram apagadas e os autores banidos. Mensagens que fazem todo o sentido como os leitores do RibatejoNews vão poder ver.

O presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio, começa a enfrentar cada vez mais opositores na sua página do Facebook. No sábado à noite, o autarca salvaterrense teve que fazer noitada para eliminar alguns comentários de alguns Encarregados de Educação por causa da situação pandémica que se vive no Jardim de Infância do Centro Escolar de Marinhais.

Uma batalha digital travada noite dentro, com Hélder Manuel Esménio a banir da sua páginas mais umas dezenas de munícipes que prometem organizar-se para planear uma manifestação contra a censura em frente ao edifício da Câmara Municipal, logo que a situação pandémica melhore.

Esta segunda feira vai estar apenas uma Educadora de serviço para três turmas
Imagem: D.R

Encarregados de Educação acusam o presidente Esménio de Censor

Ao final da tarde de Sábado, Hélder Esménio publicou as novidades relativas à pandemia da Covid-19 e tudo aparentava estar calmo:

“As equipas municipais de Proteção Civil e os Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos estiveram todo o dia de hoje a reforçar as ações de desinfeção que no dia-a-dia são feitas no interior dos estabelecimentos escolares. Depois de no passado fim-de-semana a Escola EB 2,3 de Marinhais ter sido intervencionada por estas equipas, neste foi possível alargar o seu número e o alvo foram a Escola Profissional e a Básica e Secundária, ambas de Salvaterra de Magos, os três Centros Escolares, a EB 1 de Muge, os JI e as EB 1 do Granho e de Glória do Ribatejo.”

A situação agravou-se quando a directora do Centro Escolar de Marinhais, Isidora Saramago, enviou uma informação que passamos a transcrever na íntegra e que deixou muitos Encarregados de Educação do Jardim de Infância inquietos e os representantes da Associação de Pais também.

“Ex.mo Encarregado de Educação,

Na sequência do caso positivo anunciado no dia 4 de Novembro de uma assistente operacional do Jardim de Infância do Centro Escolar de Marinhais e após uma outra assistente operacional ter testado positivo, tivemos agora a informação que uma das educadores também testou positivo. A educadora em questão já se encontrava em isolamento desde o dia 13 de Novembro.

Por indicação da Saúde Local e porque esteve em contacto directo com a colega, a educadora X irá também fazer o teste e ficar em isolamento até ao dia 27 de Novembro.

Os alunos podem frequentar o Jardim de Infância, ficando a sala assegurada por duas Assistentes Operacionais, supervisionadas pela coordenadora do estabelecimento, Educadora Y.”

Esta foi a comunicação transmitida aos Encarregados de Educação, pela directora do Centro Escolar de Marinhais. E a partir daí Hélder Esménio foi “bombardeado” com questões e críticas que ele não hesitou em eliminar, mas que alguns encarregados de educação fizeram questão de nos enviar.

E amanhã, vão estar três turmas no Jardim de Infância apenas com uma Educadora.

Os Encarregados de Educação banidos e censurados prometem desmascarar a Delegada de Saúde e o presidente Hélder Esménio na praça pública
Foto: D.R

Uma noite a eliminar mensagens e a banir pessoas da sua página

Hélder Esménio nunca tinha sido tão questionado na sua página pessoal do Facebook como no Sábado á noite. Uma tarefa que se arrastou pela noite dentro.

A primeira pessoa a questionar o presidente da Câmara Municipal e a própria Delegada de Saúde Pública, foi a presidente da Associação de Pais do Jardim de Infância do Centro Escolar de Marinhais, Claudia Braz:

Logo de seguida chegaram Mensagens como estas:

Nenhuma descrição disponível.

Exigência da Associação de Pais também foi apagada:

“Senhora delegada de saúde de Salvaterra de Magos Senhor presidente da CMSM e responsável pela Proteção Civil concelhia,

A associação de pais do agrupamento de escolas de Marinhais vem exigir a tomada de medidas assertivas e responsáveis para combater o surto de covid nas escolas do agrupamento.

É inadmissível que, após o primeiro caso positivo de covid no jardim de infância de Marinhais, a senhora delegada de saúde não tenha tomado a decisão de testar todos os profissionais que ali exercem a sua atividade. Sabendo que têm sob a sua responsabilidade crianças de 2 a 6 anos que não usam máscara, não deviam ter sido tomadas medidas mais cuidadosas?

Duas educadoras, apesar de partilharem o mesmo espaço físico, foram consideradas de baixo risco. Agora, uma semana depois, uma delas testa positivo. Depois de ter continuado a trabalhar com crianças. Foram tomadas decisões que se revelaram ineficazes a conter o vírus. Neste momento, temos 3 adultos positivos no jardim de infância.

A associação de pais do agrupamento de escolas de Marinhais existe a tomada de decisões eficazes a conter o vírus. Estamos a lidar com crianças. E com adultos que cuidam de crianças. É preciso que se saia dos gabinetes e se veja realmente os espaços escolares e a dinâmica dos mesmos. Há um contacto próximo entre estes adultos e as crianças. E partilham todos os mesmos espaços. É assim que funcionam as escolas.

A presidente da associação de pais do agrupamento de escolas de Marinhais (Cláudia Vieira Braz).”

Hélder Esménio acusado de ser Salazarista

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

Segundo o RibatejoNews conseguiu apurar, existe um grupo de encarregados de educação que vai organizar-se através da Internet, para avançar com uma manifestação em frente ao edifício da Câmara Municipal de Salvaterra e o Centro de Saúde, “exigindo mais rigor e transparência no tratamento dos casos da Covid-19 no concelho de Salvaterra, mais profissionalismo por parte dos profissionais da Saúde e contra a censura exercida pelo presidente da Protecção Civil.”

José Peixe – Jornalista (C.P 552A) | Editor do RibatejoNews

 

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker