Mundo

Marcelo defende que Europa deve ser uma potência política para garantir equilíbrio

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que só com “mais Europa e mais União Europeia” haverá “equilíbrio no mundo”.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu esta quinta-feira que a União Europeia deve assumir-se como potência política e estratégica para garantir o equilíbrio mundial, face ao que classificou de crise de multilateralismo internacional.

“Neste período tão complexo é fundamental que a União Europeia seja ela própria uma potência. Que ela seja uma potência política e estratégica, como é comercial” , afirmou o Chefe de Estado na abertura do Fórum La Toja, a decorrer até sábado na ilha de La Toja, em Pontevedra, na Galiza, Espanha.

“Que ela esteja unida e seja rápida a decidir como foi rápida a decidir no Conselho Europeu em que definiu um horizonte para a saúde, um horizonte para a crise económica e social, medidas de emergência e planos para o médio e longo prazo”, sustentou.

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que só com “mais Europa e mais União Europeia” haverá “equilíbrio no mundo”, confrontado com “ao aparecimento de posições isolacionistas e contrárias ao livre comércio internacional, colocando problemas no relacionamento entre aliados de sempre”, referindo à tensão entre os EUA e a China.

“Foi o que aconteceu não no plano político e da defessa, mas no plano económico e financeiro entre EUA e a União Europeia”, disse.

O presidente da República, que falou durante quase meia hora, lamentou que o mundo esteja a viver “uma crise de multilateralismo quando era tão importante que ele existisse”.

“A pandemia mostrou o fracasso deste multilateralismo imperfeito”.

Fonte: Público

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close