Salvaterra de Magos

Glória do Ribatejo: RARET vai ser palco de filmagens de um projecto de ficção sobre espionagem

No domingo de manhã, quando um jornalista do "RibatejoNews" estava a fotografar as instalações da RARET onde vão decorrer as filmagens de uma série de ficção dedicada à espionagem e à Guerra Fria, foi ameaçado por um segurança. O caso foi relatado à GNR de Marinhais, que à tarde se deslocou ao mesmo lugar com dois militares à civil, tendo sido igualmente intimidados. Só que o episódio obrigou a identificação do segurança.

Depois de ter sido ameaçado por um segurança, quando estava a fotografar as instalações da RARET mas numa estrada pública, o jornalista do “RibatejoNews” denunciou a peripécia à GNR de Marinhais, que depois de almoço decidiu comprovar se essa cena real tinha efectivamente acontecido.

À tarde, dois militares da GNR de Marinhais deslocaram-se ao mesmo lugar onde o jornalista tinha estado a fotografar e fora ameaçado fisicamente com uma arma de fogo, por um segurança que surgiu numa moto 4×4, numa cena própria dos Cartéis de Medellín e a verdade é que também os guardas à civil puderam comprovar a agressividade desses seguranças que se encontram na RARET.

Este foi o lugar onde o jornalista foi ameaçado com uma arma por um segurança que mais tarde foi identificado pela GNR de Marinhais
Foto: J.P/D.R

O lugar onde esteve o jornalista e os militares da GNR à civil é uma estrada pública e por isso mesmo não foi cometida qualquer ilegalidade que pudesse justificar o comportamento dos seguranças.

A GNR de Marinhais confirmou ao “RibatejoNews” que não tinha qualquer conhecimento de que existiam seguranças privados nas instalações da RARET e por isso mesmo, exigiu a identificação do segurança que se fez deslocar na moto 4×4. Um outro responsável por estes seguranças natural de Glória do Ribatejo e com ligações ao Rancho Folclórico da Casa do Povo, perante os acontecimentos foi obrigado a esclarecer as autoridades do que realmente estava a ter lugar nas antigas instalações da RARET.

O jornalista em questão ainda contactou o presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos para obter alguns esclarecimentos do que se estava a passar na RARET, mas Helder Esménio optou pelo silêncio. Num contacto com o vereador Noel Caneira, este limitou-se a dizer que desconhecia o porquê de tantas movimentações na RARET.

Perante o episódio que ocorreu, o “RibatejoNews” também conseguiu apurar na vila de Glória do Ribatejo, que o responsável pelas instalações da RARET anda a tentar recrutar alguns funcionários da Junta de Freguesia da Glória, para exercerem as funções de seguranças e fora dos seus horários laborais na autarquia.

“Posso confirmar que o senhor António Pote anda a recrutar alguns glorianos para exercerem as funções de segurança nas antigas instalações da RARET, mas não sei de mais nada, uma vez que eu não aceitei o convite”, afirmou ao “RibatejoNews” um funcionário da Junta de Freguesia da Glória do Ribatejo e que solicitou o anonimato.

A GNR de Marinhais aconselhou o jornalista a apresentar queixa formal contra o segurança que o ameaçou. Um situação que poderá ocorrer nos próximos dias.

Mas a verdade é que as antigas instalções da RARET vão ser o palco principal de muitas filmagens de ficção dedicadas à espionagem e à Guerra Fria. Um segredo que estava guardado a sete chaves, mas que graças ao episódio de domingo, obrigou o presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos a fazer o seguinte anúncio na sua página pessoal do facebook e que passamos a transcrever na íntegra:

“Conseguimos desde Março, como é público, que o nosso concelho estivesse – quer no guião como em imagens – no horário nobre da televisão (TVI) com a novela “Quer o Destino”.
Fruto do esforço que temos feito de divulgação da história e do património do nosso concelho, é com redobrada satisfação que informo que já temos uma outra prestigiada produtora nacional na fase de pré-produção de um projecto de ficção que vai ter cenários nas antigas instalações da RARET na Glória do Ribatejo.
É uma série de dez episódios sobre a espionagem que envolve o nosso País, no final da década de 60 do século XX, que nos dá a conhecer a história de como uma pequena aldeia do interior (Glória do Ribatejo) passa a fazer parte dos bastidores da Guerra Fria.
Decorrem já no local trabalhos de cenografia e prevê-se que as filmagens possam acontecer ao longo do último trimestre deste ano.”
Provavelmente e antes de as filmagens acontecerem ainda poderão surgir mais algumas peripécias, com tudo o que está a acontecer nas antigas instalações da RARET.
José Peixe (Texto e Fotos) – Jornalista | Editor do “RibatejoNews”
Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker