AmbienteSalvaterra de Magos

Reportagem: Toneladas de peixe morto nas margens da Barragem de Magos

O "RibatejoNews" pode confirmar que o presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos destacou várias equipas de funcionários para apanhar toneladas de peixe morto que se encontram nas margens da Barragem de Magos.

“A água da Barragem de Magos está completamente podre e imprópria para que as pessoas venham à pesca ou a banhos porque correm o risco de comprometer seriamente a sua saúde!”, afirmou à nossa reportagem um funcionário da Câmara Municipal de Salvaterra e que esteve envolvido numa das equipas que andou a apanhar milhares de peixes mortos no último fim de semana e que solicitou o anonimato com medo de represálias.

Este ano nem as próprias enguias ou “samirros” (enguias muitos grossas e grandes) resistem à poluição que está a acontecer na Barragem de Magos.

Imagens como esta não demovem que algumas pessoas continuem a pescar na Barragem de Magos
Foto: J.P

“Pela primeira vez da minha vida vi enguias e “samirros” mortos. Nem esta espécie que habitualmente se encontra no fundo das albufeiras e rios consegue resistir ao veneno que este ano chegou à barragem. Isto significa que nem o lodo oferece garantias de sobrevivência para esta espécie que costuma resistir à maioria dos focos de poluição”, esclareceu o trabalhador camarário.

E em jeito de defesa do presidente da Câmara Municipal de Salvaterra, um outro funcionário disse o seguinte: “Todos nós sabemos que o presidente da Câmara Municipal não é o responsável por esta situação que está a ocorrer na Barragem de Magos. Aliás, ele tem feito tudo para que não existam peixes mortos nas margens da barragem. Mas isto requer uma vinda de técnicos especializados do Ministério do Ambiente juntamente com os responsáveis pela saúde pública em Salvaterra, para analisarem com rigor esta situação terrível”.

As autoridades de saúde pública deviam analisar a água da albufeira e alguns peixes mortos
Foto: J.P

Mas apesar de a água cheirar mal e de se poder observar milhares de peixes mortos nas margens da Barragem, ainda existem pessoas que decidem pescar na albufeira.

“Eu sempre pesquei na Barragem de Magos e vou continuar a fazê-lo, pois é uma forma de estar ocupado e de apanhar umas carpas enormes. Todos os anos no Verão assistimos a esta mortandade de peixes e eu nunca deixei de vir à pesca. Por isso não é agora que o vou fazer!”, afirmou António José Viegas ao “RibatejoNews”.

“Só deixo de vir à pesca na Barragem de Magos quando as autoridades policiais ou de saúde pública me proibirem!”, esclareceu António José Viegas.

E era o que o presidente da Câmara Municipal de Salvaterra devia expor às autoridades de saúde, ao Ministério do Ambiente e às autoridades da Protecção Civil e da Guarda Nacional Republicana.

Francisco Praxedes e a sua esposa estão confiantes que apesar dos problemas existentes desta vez a sua concessão vai ter êxito porque as pessoas gostam do espaço
Foto: J.P

“Venho à Barragem de Magos para desfrutar deste novo espaço da esplanada e do restaurante, mas tenho plena consciência que a água está imprópria para banhos e para a pesca. Estou aqui porque a paisagem deste espaço é extraordinária e transmissora de uma paz incrível. As autoridades devem afixar placas em vários sítios da Barragem a proibir a pesca e os banhos. Isto para evitar que as pessoas possam ficar doentes”, afirmou Ana Filipa Lencastre á nossa reportagem.

Mas apesar de tudo isto houve um empresário dos Foros de Salvaterra e a esposa que decidiram apostar outra vez na concessão do “Restaurante da Barragem de Magos”. Um investimento avultado num espaço magnífico e que contou com o apoio da Câmara Municipal de Salvaterra.

Aquele espaço de restauração abriu oficialmente ao público no sábado, dia 11 de Julho e as pessoas têm aderido pois o ambiente é acolhedor e a paisagem magnífica.

A autarquia salvaterrense apostou na reabertura deste equipamento, para ajudar a dar mais vida ao espaço da Barragem de Magos e atrair turistas ao concelho. Daí que a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia dos Foro de Salvaterra tenham feito arranjos nos acessos e no espaço envolvente, melhorando de forma significativa o parque de merendas e os sanitários público.

José Peixe – Jornalista (Texto e Fotos) | Editor do “RibatejoNews”

 

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close