Ribatejo

Santarém: Associação Salgueiro Maia assinalou aniversário do ‘Capitão sem Medo’

A Associação Salgueiro Maia (ASM) assinalou ontem, dia 1 de Julho, o 76.º aniversário sobre o nascimento do Capitão de Abril, com um programa que incluiu homenagens em Santarém e Castelo de Vide, terra natal do "Capitão Sem Medo".

As comemorações tiveram início às 11h30, com a deposição de uma coroa de flores junto à estátua de Salgueiro Maia em Santarém, seguida de um almoço de confraternização.

Pelas 14h00, a comitiva parte para Castelo de Vide, onde, pelas 16h30, será depositada uma coroa de flores e uma moldura / cofre contendo uma cópia do Relatório da Operação Fim de Regime na campa rasa do militar, no cemitério local.

Município de Santarém disponibiliza edifício para a instalação da sede da Associação

O Município de Santarém e a Associação Salgueiro Maia (ASM) assinaram um protocolo de cedência de instalações na Ex-Escola Prática de Cavalaria (EPC), numa sessão que teve lugar esta terça-feira, 30 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Cristina Casanova Martins, vereadora da Câmara Municipal de Santarém com o pelouro do Património, João Silva, presidente da ASM, Luís Carvalho, secretário da ASM, e João Caldeira, tesoureiro da ASM, rubricaram este acordo que permite à Associação instalar a sua sede na antiga Escola Prática de Cavalaria, para perpetuar “Salgueiro Maia e o Espírito de Abril”, bem como “contribuir para a defesa e promoção dos interesses dos seus associados em tudo quanto respeita à prestação de cuidados de saúde e de apoio social”. Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, Natércia Salgueiro Maia, mulher do Capitão Sagueiro Maia, e Maria de Lurdes Asseiro, também marcaram presença nesta cerimónia.

O Município cede as instalações do Pédio Militar n.º 3, da Ex-EPC de Santarém, por um período de 10 anos, “renovável automaticamente por iguais períodos, se não for denunciado por nenhuma das partes”.

A Associação Salgueiro Maia entregou um exemplar do seu livro “Relatório da Operação “Fim-Regime”” a Cristina Casanova Martins, que teve uma edição limitada a 25 exemplares, onde é descrita toda a operação da Revolução do 25 de Abril de 1974.

Fonte: “Correio do Ribatejo”

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close