SaúdeSociedade

Covid-19. Portugal com mais oito mortos, 328 novos casos e 299 recuperados

A Direção-Geral da Saúde (DGS) já divulgou o boletim epidemiológico desta quinta-feira, dia 2 de julho. Portugal regista hoje mais oito mortes e mais 328 casos nas últimas 24 horas. O número total de pessoas recuperadas subiu para 28.097 (mais 299 do que ontem).

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção Geral de Saúde (DGS), o número de mortes relacionadas com a covid-19 ascende a 1.587 pessoas enquanto os casos confirmados desde o início da pandemia totalizam 42.782 infetados.

Relativamente às últimas 24 horas, estão atualmente 510 doentes internados (mais sete), 77 dos quais nos cuidados intensivos (menos dois).

Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado o maior número de surtos, atingiu os 19.656 casos, ou seja, mais 273 do que esta segunda-feira. A região também regista cinco das oito mortes.

Morreram mais duas idosas em Reguengos de Monsaraz

Registaram-se nesta quinta-feira mais duas mortes devido a um foco de covid-19 num lar em Reguengos de Monsaraz. As vítimas mortais são duas idosas, de 92 e 94 anos — uma encontrava-se no lar e a outra internada no Hospital de Évora.

Numa publicação no Facebook, a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz dá conta de “mais duas ocorrências fatais”, referindo que na quarta-feira, ao final da tarde, morreu uma senhora de 94 anos que se encontrava na Fundação Maria Inácia Perdigão Silva (FMIVPS) e que, durante a madrugada desta quinta-feira, morreu outra idosa que estava internada no Hospital Espírito Santo de Évora.

Até às 11h desta quinta-feira, o concelho registava 155 casos positivos acumulados, dos quais 138 activos, nove curados e oito óbitos. Dos 138 casos activos, 94 foram identificados na FMIVPS e 44 na comunidade.

Em relação ao foco no lar, a nota acrescenta que foram registados, até quarta-feira, 22 casos activos, um recuperado e um óbito em funcionários do lar e 72 casos activos e sete óbitos em utentes. Neste momento, estão internados no hospital de Évora 14 utentes do lar, três dos quais em cuidados intensivos.

O município esclarece ainda que o relatório que será emitido nesta quinta-feira pela Direcção-Geral da Saúde “faz referência a 124 casos positivos acumulados, valor este que se refere ao final do dia 29 de Junho e deverá ser actualizado nos próximos dias”.

Suécia ultrapassa os 70 mil casos

A Suécia registou nesta quinta-feira 947 novos casos de covid-19, ultrapassando a barreira dos 70 mil casos (70.639). Segundo a agência Reuters, os elevados números dos últimos dias justificam-se também com um aumento significativo da testagem no país.

Morreram até agora 5411 pessoas, com 41 mortes a serem registadas nas últimas 24 horas.

A Suécia continua a apresentar uma taxa de letalidade muito superior aos vizinhos nórdicos, mas, ainda assim, e apesar de não ter imposto medidas de confinamento tão restritivas, a taxa de letalidade mantém-se mais baixa do que no Reino Unido, Itália e Espanha.

Itália admite “risco” de segunda vaga

O ministro da Saúde de Itália afirmou nesta quinta-feira não poder afastar uma segunda vaga da pandemia de covid-19 no país e justificou as limitações aos viajantes de países fora da União Europeia (UE) com a prevenção de novos contágios.

“A comunidade científica não descarta [uma segunda vaga]”, disse Roberto Speranza à televisão RAI. “Esperamos que não aconteça, mas, perante o risco, devemos manter as regras de precaução, ou seja, usar máscara, evitar ajuntamentos e lavar as mãos”, acrescentou, apontando também o reforço do sistema de saúde.

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close