Ribatejo

Covid-19 continua a aumentar na região do Vale do Tejo

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado o maior número de surtos, a pandemia da COVID-19 atingiu os 15.364 casos confirmados, mais 236 do que os 15.128 registados na segunda-feira. Ou seja, não podemos facilitar porque o vírus está bem activo na nossa região.

Portugal regista hoje 1.522 mortes relacionadas com a covid-19, mais duas do que na segunda-feira, e 37.336 infetados, mais 300, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em comparação com os dados de segunda-feira, em que se registavam 1.520 mortes, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,1%. Já os casos de infeção subiram 0,8%.

As autoridades de Saúde estão preocupadas com a situação em Lisboa e Vale do Tejo
Infografia: DGS/D.R

A região Norte continua a registar o maior número de infeções (17.141). A região Centro tem 3.904 casos confirmados, o Algarve subiu para 407 e o Alentejo mantém os 287 casos.

Os Açores e a Madeira permanecem sem alterações, com 143 e 90 casos confirmados, respetivamente.

Por concelho, Lisboa é o que regista o maior número de casos de infeção (2.922), seguido por Sintra (1.983), Vila Nova de Gaia (1.600), Loures (1.492), Porto (1.414), Matosinhos (1.292), Amadora (1.290) e Braga (1.256).

Segundo o boletim da DGS, do total de mortes registadas até hoje, 766 são mulheres e 756 homens.

Por faixa etária, o maior número de mortes regista-se entre as pessoas com 80 ou mais anos (1.023), seguida pela faixa entre os 70 e os 79 anos (293).

Entre a população com idades compreendidas entre os 60 e 69 anos totalizam-se 137 mortes.

Os dados da DGS revelaram ainda 49 mortes na faixa etária entre os 50 e os 59 anos, 17 entre os 40 e os 49 anos, uma entre os 30 e os 39 anos e duas na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

Fonte: D.G.S

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close