SaúdeSociedade

Casos de covid-19 em Lisboa já são 40% superiores aos do Porto

Em meados de abril a capital do Norte chegou a superar Lisboa em número de casos, mas desde então o crescimento abrandou no Porto e acelerou na capital do país. No final de abril o número de casos em Lisboa já era 20% superior a Lisboa. No final de março era apenas 10% superior.

A pandemia da covid-19 começou por afetar mais os concelhos na região Norte de Portugal, mas é agora na região de Lisboa que o número de pessoas infetadas está a crescer de forma mais acelerada face ao que se verifica no resto do país.

A evolução nos dois maiores concelhos do país mostra bem esta tendência, com o número de casos de covid-19 em Lisboa a superar já em 40% os que são registados no Porto.

Segundo o boletim divulgado hoje pela Direção Geral de Saúde, Lisboa regista 1.835 casos confimados, o que supera em mais de 40% os registados no Porto (1.311).

Em meados de abril a capital do Norte chegou a superar Lisboa em número de casos, mas desde então o crescimento abrandou no Porto e acelerou na capital do país. No final de abril o número de casos em Lisboa já era 20% superior a Lisboa. No final de março era apenas 10% superior.

Desde o início de maio o número de pessoas infetadas com covid-19 aumentou 25% em Lisboa, uma taxa de crescimento bem superior ao registado os concelhos com mais casos. Em Vila Nova de Gaia subiu 6,4% e no Porto 7,5%. No top10 dos concelhos com mais casos apenas Sintra regista um crescimento superior (35%) a Lisboa.

O número de concelhos com três ou mais infetados permanece há vários dias fixado em 220 (71,43% do total). Já o número de concelhos com 100 ou mais casos também está estável em 47.

Segundo a DGS, o número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 1.184, o que traduz uma subida de 9 óbitos face a ontem, quando estavam contabilizados 1.175.

O número de infetados (casos confirmados) aumentou 0,66% para 28319, o que representa 187 novos casos em 24 horas.

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close