Actualidade

Durão Barroso: “A UE enfrenta uma crise existencial, não podemos ser complacentes”

A União Europeia (UE) "está a responder" com "medidas certas e apropriadas" à crise criada pelo novo coronavírus, defendeu hoje Durão Barroso, responsabilizando antes "alguns governos que não deixam" a União fazer "o que pode e deve".

O ex-presidente da Comissão Europeia e ex-primeiro-ministro português admitiu que os ‘eurobonds’ sejam rejeitados nesta altura, mas assegurou que haverá “algum tipo de compromisso”, porque “é assim que normalmente a UE toma decisões”.

Durão Barroso, que falava numa videoconferência organizada pela Fundação Gulbenkian, evocou a sua experiência na Comissão durante a crise de 2008 para frisar que “as instituições estão a responder à crise” e de “uma maneira mais rápida” que então.

“Na última crise, o Banco Central Europeu (BCE) levou quatro anos a adotar a chamada ‘whatever it takes policy’ [de compra de dívida], agora, levou quatro semanas” a decidir suspender os limites ao endividamento dos Estados-membros, exemplificou.

Criticou por outro lado a imprecisão de linguagem daqueles que imputam à União falhas em matérias em que não tem competência, como a saúde, ou confundindo a sua ação com a de “alguns governos que não deixam a UE fazer o que pode e deve fazer”.

“Sem utilizarmos termos precisos estamos de facto a aumentar o euroceticismo”, apontou.

Citando, como bons exemplos, as várias decisões já tomadas pelas instituições europeias, Durão Barroso apontou que “falta coordenação do apoio fiscal à economia e falta um acordo sobre a mutualização da dívida”, uma referência à emissão comum de títulos da dívida, ou ‘eurobonds’, agora também chamados ‘coronabonds’.

“Penso que vão ser encontradas soluções, não os ‘eurobonds’, porque alguns países opõem-se fortemente”, afirmou, referindo que, quando na crise de 2008 a questão foi levantada, a chanceler alemã, Angela Merkel, lhe disse “not in my lifetime”.

A questão, sublinhou, está “a polarizar e a dividir” os países da União, “mas vai haver algum tipo de compromisso”, assegurou.

Fonte: Sapo24 Notícias

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close