Salvaterra de Magos

Glória do Ribatejo – rupturas na conduta de água na Rua 25 de Abril outra vez

Há mais de um mês e meio que os habitantes na Rua 25 de Abril, na vila do Ribatejo, são confrontados com rupturas constantes nas condutas do abastecimento de água, ficando sem água durante longos períodos. Um acontecimento que indigna e revolta o proprietário de um café/pastelaria situado na rua atrás referenciada.

“Ainda o outro no sábado por volta das 3 horas da madrugada rebentou uma conduta próximo do edifício Jackson, fiz mais de 15 chamadas para o piquete das Águas do Ribatejo, mas a verdade é que só por volta das 7:30 vieram resolver o problema. Mais uma vez fui prejudicado, pois não pude satisfazer os clientes que vêm aqui tomar café!”, afirmou ao “RibatejoNews” o proprietário da pastelaria.

Até quando os habitantes da Rua 25 de Abril e do Largo 1.º de Maio, na Glória do Ribatejo vão ser confrontados com os cortes de água por causa das improvisações dos engenheiros das Águas do Ribatejo
Foto: José Peixe/D.R

E em jeito de observação ainda acrescentou o seguinte:

– “Não se compreende como é que uma empresa como as Águas do Ribatejo passa a vida a ser confrontada com esta situações ridículas que prejudicam todos as pessoas que residem nesta rua. Eles devem ter consciência e sabedoria técnica que estes problemas só se resolvem definitivamente e com profissionalismo substituindo as condutas que existem por outras novas. Porque a continuar com estas improvisações até quando vamos poder suportar estes cortes de água? Já não existe paciência para este amadorismo”.

No entender de Jacinta Modesto, residente na Rua 25 de Abril, “desde que se fizeram as ligações de canos ao novo edifício do Jackson que começaram estes problemas com as condutas de água e se não meterem canos novos vamos continuar com estes problemas”.

Hoje, calhou-me a mim ligar para as Águas do Ribatejo para participar mais esta ruptura. Pois também moro aqui no início da Rua 25 de Abril. Felizmente que o piquete chegou ao local meia hora depois. Mas não para substituir a conduta. Cortaram a água e fez-se mais um concerto nas condutas que fazem a ligação para o espaço Jackson.

E o mais curioso é que três horas antes uma equipa de engenheiros das Águas do Ribatejo tinham estado no Largo 1.º de Maio (Poço da Roda) a consultar um projecto e a falar sobre os problemas que podem existir neste local depois de terem sido feitas as obras.

Termino com uma pergunta directa ao Eng.º Veloso (Águas do Ribatejo):

– O senhor está à espera de quê para substituir as condutas na Rua 25 de Abril e no Largo 1.º de Maio?

Se calhar está à espera que se avance com uma queixa junto do Ministério Público, exigindo uma indemnização pelos prejuízos e transtornos com todos estes cortes de água. Provavelmente é isso que deve ser feito. Já não existe “pachorra” para estas rupturas nas condutas de água e muito menos para “engenhocas” improvisadas e mal feitas.

Reportagem: José Peixe – Jornalista (texto e fotos) 

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close