Opinião

Opinião de Mário Gonçalves “Sem Filtro”: A Madonna, a Grace Kelly e a enfermeira

A MADONNA, A GRACE KELLY E A ENFERMEIRA

O que podem ter em comum a rainha da pop Madonna, a malograda atriz norte-americana Grace Kelly e a enfermeira que participou numa novela portuguesa?

Poderiam ter tudo a ver caso a mente aberta do tuga em relação ao marketing e a comunicação não fosse um pote rachado.

Temos no nosso Portugal tudo para vingar a nível do turismo: bom clima, boas paisagens, boas praias, boa gastronomia… O que nos falta? Promoção, marketing, comunicação…!! Como se faz isso? Acham que é através de spots na TV e na rádio? Anúncios nas revistas e jornais. Isso já não chega.

Sabiam que ninguém conhecia o Mónaco até ao dia em que a atriz Grace Kelly casou com o príncipe-soberano de Mónaco, Rainier III? Grace era na altura uma famosa atriz norte-americana e levou para o Mónaco e todo o sul de França (Nice, Cannes, Saint-Tropez, Marseilha…) grandes figuras do Hollywood. Hoje, a Côte D´Azur é das regiões mais ricas da Europa.

Agora veja-se o que se fez com Madonna em Portugal. Em vez de aproveitarmos o seu nome e seu potencial a nível, perseguimos a rainha da pop. Ou era o estacionamento, ou era o cavalo no palácio…tudo servia para implicar. Teve sempre razão nos comportamentos que evidenciou? Nem sempre. Soubemos lidar da melhor forma com uma vedeta mundial que tem sempre alguma loucura? Quem é que ficou a perder? Acham que foi a Madonna? Ela está a cagar-se para Portugal e para os portugueses.

Agora a história da enfermeira que recebeu 40 mil euros para participar numa novela, dignificando a profissão. É um escândalo nacional? Não sei. Quantas horas trabalhou? O que é que abdicou da sua vida pessoa e profissional para se dedicar a esta produção? Que projeção terá a enfermagem em Portugal a partir de agora, sendo que a película é protagonizada por uma atriz que conhece, como ninguém, o papel que desempenha?

Continuamos a desprezar o marketing e a comunicação. Continuamos a pensar pouco ou quase nada. Continuamos a ser muito pequeninos. Continuamos a pagar um preço muito caro por sermos tão patéticos de não sabermos aproveitar as oportunidades que nos caem nas mãos!

Mário Gonçalves – Jornalista

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close