ActualidadeAmbiente

Reportagem: os icebergues estão a desmoronar no Polo Norte

A cidade mais a norte do mundo está na linha da frente das alterações climáticas. 
O arquipélago de Svalbard, na Noruega, fica a pouco mais de mil quilómetros do Pólo Norte e tem sofrido com o aquecimento global e o degelo. Quem demonstra esta catástrofe é o jornalista Alex Fraser (Agência Reuters).

“Os icebergues flutuam como ilhas perdidas que passam pelo pequeno barco à medida que este atravessa um fiorde repleto de neve derretida de um glaciar. Por vezes, quando as águas mais quentes dissolvem o fundo de um dos icebergues, o topo fica muito pesado e o icebergue dá uma cambalhota, como se estivesse a brincar e não a morrer”, escreve Alex Fraser.

“Estamos a perder Svalbard tal como o conhecemos. Estamos a perder o Árctico por causa das alterações climáticas”, diz Holmen, enquanto se ouve o constante estalar e o cair das gotas do gelo que se dissolve. “É um alerta para todas as dificuldades e problemas que se terão de enfrentar em todo o planeta.”

Desde 1970, as temperaturas médias anuais aumentaram quatro graus Celsius em Svalbard, com as temperaturas durante o Inverno a aumentarem mais de sete graus, de acordo com um relatório divulgado pelo Centro Norueguês de Serviços Climáticos em Fevereiro. O relatório Clima em Svalbard 2100 refere ainda que a temperatura média anual do ar no arquipélago deverá, segundo as previsões, aumentar entre sete a dez graus Celsius até ao final deste século.

Fonte: Jornal “Público”

 

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close