Salvaterra de Magos

Chefe do armazém da Câmara de Salvaterra está a recuperar do esfaqueamento sofreu

António Costa, chefe de armazém da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, que foi esfaqueado no sábado ao final do dia na rua em frente a uma churrasqueira, em Salvaterra de Magos, continua em estado critico com prognóstico reservado, no Hospital Distrital de Santarém.

Segundo o “Ribatejo News” pôde apurar, a Polícia Judiciária interditou essa rua até de madrugada, onde procedeu a investigações. O proprietário do estabelecimento comercial ficou indignado com as notícias que foram publicadas nas redes sociais, pois não correspondem ao que aconteceu.

“É absurdo que muitas pessoas e especialmente a CMTV tenham avançado com pormenores que não correspondem à realidade. E garanto-vos que vou consultar um jurista para saber dos meus direitos. Nada do que aqui se passou ocorreu dentro do meu estabelecimento. Foi tudo na rua!”, esclareceu o proprietário do estabelecimento comercial atrás referenciado ao “Ribatejo News”.

A vítima já foi operado aos intestinos que entretanto foram perfurados. Mas a violência da facada foi de tal violência que terão atingido a zona pulmonar.

António Costa tem 52 anos, é casado e tem uma filha de 7 anos, está nos cuidados intermédios e não tem visitas.

O crime perpetuado por um outro funcionário da Câmara Municipal de Salvaterra, conhecido por Delfim, terá sido premeditado, pois este terá chamado António Costa para o exterior do restaurante antes de lhe desferir a agressão, com uma faca de cozinha que habitualmente utilizava na sua cozinha.

Delfim encontrava-se em liberdade condicional por ter cumprido pena de prisão pela tentativa de homicídio de um irmão. Quando foi abordado pela Guarda Nacional Republicana na sua residência, confessou o que aconteceu e entregou a faca utilizada. neste momento encontra-se detido e a aguardar julgamento.

“Ele andou todo o dia de sábado a ameaçar o António de morte. Algumas desavenças que vêm lá detrás fizeram com que ele tivesse aquele comportamento infeliz. Ele é perigoso e agora o juiz deve agir em conformidade”, afirmou ao “Ribatejo News”, uma testemunha que conhece bem o que se passou no sábado ao final do dia.

Depois de ser levado para o Posto da GNR de Salvaterra de Magos, foi transportado para o Posto da GNR de Samora Correia, onde ficou detido. Esta manhã, o agressor compareceu ao juiz de instrução criminal que lhe a prisão preventiva.

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close