DesportoSalvaterra de Magos

Salvaterra de Magos: 5 atletas na Ultra Maratona de São Mamede e Sandro Peixe no Mundial de Motocross em Águeda

Cinco atletas do concelho de Salvaterra de Magos participaram na Ultra Maratona de São Mamede (Portalegre). Na prova de Trail Running de 110 quilómetros comeptiram Vítor Monteiro e Alexandre Fonseca (Glória do Ribatejo), Marco Domingos (Marinhais), Paulo Cação (Foros de Salvaterra) e Francisco Naia (Salvaterra de Magos).

O tiro de partida foi dado às 22 horas de sexta feira. Com partida e chegada a Portalegre o percurso levará os atletas a subir aos Castelos de Alegrete, Marvão e Castelo de Vide bem como passagens pela Serra Fria e Serra de São Mamede (ponto mais alto de Portugal Continental a sul do Tejo).

Vitor Monteiro 22h26 Alexandre Fonseca 22h26 Francisco Naia 24h20 Paulo Cação 24h21 Marco Domingos (não terminou)

Emanuel Machado (DAP Trail Team) e Lina Marques (CLAC Entroncamento/OndaTrilhos) venceram este sábado a meia maratona integrada no Ultra Trail da Serra de São Mamede, a prova da Liga Running Record do distrito de Portalegre, onde também foram realizadas outras três distâncias, o UTSM (111 km), Maratona (43) e o Trail Curto (10).

Na prova masculina, que teve 283 corredores à partida e 232 finishers, o atleta do DAP Trail Team venceu com 1:57:14 horas, deixando a larga distância Tiago Valério (2:05:05) e Paulo Pernes (2:06:33). Quanto à categoria feminina, com 112 a iniciarem e 86 a terminarem, Lina Marques venceu com 2:33:45 horas, superando Ana Botelho (2:35:29) e Helena Castro (2:48:01).

De notar que no total das quatro distâncias do evento participaram mais de 1200 atletas, com a prova mais preenchida a ser precisamente a Meia Maratona.

Sandro Peixe foi o melhor piloto português na quinta prova do Mundial de Motocross que se disputou em Águeda.

O piloto gloriano Sandro Peixe, foi o único representante português em pista conseguindo o 30.º lugar na primeira manga, com cerca de 1m30s atrás do nove vezes campeão mundial Cairoli, e a 0,5s de Artem Guryev.

O gloriano Sandro Peixe foi o melhor piloto português no Mundial de Águeda
Foto: D.R

Cairoli, por sua vez mantinha a liderança mas via em Gajser um adversário à altura e sem desistir até ao final. O esloveno rodava apenas com 1,2s de diferença para o italiano. Todos os cenários estavam em aberto quando faltavam correr 11 minutos e duas voltas.

A corrida em Portugal estava ao rubro e Cairoli errava, perdia décimas de segundo e Gajser aproveitava para passar para a frente. Os dados estavam lançados, quem venceria a corrida em Portugal?

Entretanto Tonus olhava para o italiano mas parecia impossível chegar ao segundo lugar, até porque o #222 apertava o ritmo e ficava mais próximo de Gajser.

Diversos pilotos dentro do top dez separados por um segundo entre si. Tudo podia mudar até ao final da corrida.

Peixe mantinha o 30.º lugar mas via o russo ‘fugir-lhe’ e mas mantinha a esperança.

À entrada das duas últimas voltas, Cairoli continua à procura do primeiro lugar mas Gajser não vacilava e com uma corrida convincente e sem erros, parecia encaminhado para a vitória.

No final, o esloveno confirmava o lugar e vencia a primeira manga do MXGP em Portugal.

Na segunda manga Sandro Peixe arrancou bem mas ficou-se pelo 26.º lugar.

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close