ActualidadeRibatejo

Abrantes: Inaugurada Loja do Cidadão com 48 funcionários

A Loja do Cidadão de Abrantes foi hoje inaugurada pela ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, 20 anos depois da abertura da primeira loja do género no país, tendo a governante destacado a importância de um Estado mais próximo dos cidadãos.

“Esta é a primeira loja no concelho de Abrantes, a sexta no distrito de Santarém [de um total de 18 Lojas do Cidadão inauguradas na actual legislatura] e em cada loja que abrimos, em cada Espaço do Cidadão que inauguramos, em cada serviço ‘online’ que criamos, sentimos que estamos sempre a dar mais um passo neste caminho que é edificar um Estado mais próximo dos cidadãos, mais eficiente e mais moderno”, afirmou Mariana Vieira da Silva.

Com um investimento na ordem dos 700 mil euros, a Loja do Cidadão de Abrantes foi inaugurada no centro da cidade com 48 funcionários e várias dezenas de serviços, quer de âmbito central, quer local.

Apesar de a inauguração ter decorrido hoje, a autarquia já contabilizou 13 mil utilizações desde a sua entrada em funcionamento, em 28 de janeiro.

“Números reveladores e que expressam bem aquilo que é a dinâmica desta loja”, afirmou o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos (PS), destacando a importância de “juntar um conjunto de serviços num único espaço, em ‘open space’, e conjugar vários interesses e serviços capazes de dar respostas mais céleres e mais próximas às pessoas”.

Mariana Vieira da Silva – que se fez acompanhar pelo secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luis Goes Pinheiro, e pela secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque – recordou o percurso feito desde a abertura da primeira Loja do Cidadão em Portugal, destacando o actual Cartão de Cidadão, em contraponto com os diversos documentos que era necessário transportar.

“Este ano assinalam-se 20 anos da primeira Loja do Cidadão, hoje com um exercício muito distinto daquele que foi o inicial, revolucionário”, notou, defendendo que a função de “modernizar o Estado é o de desenhar os serviços públicos à medida da vida”.

“Quando hoje abrimos uma Loja de Cidadão, já não falamos apenas dos serviços que aqui se juntam, mas dizemos todas as portas que estamos a abrir ‘online’, por telefone, presenciais, em espaços móveis que se dirigem às terras, em Espaços do Cidadão mais pequenos e em lojas magníficas como esta”, disse ainda a ministra da Presidência e Modernização Administrativa.

A localização da Loja do Cidadão, com uma área total de 700 metros quadrados, pretende também atrair pessoas ao centro histórico e ao mesmo tempo criar condições de regeneração urbana e sinergias entre os vários serviços instalados nesta área da cidade, como a Unidade de Saúde Familiar, o mercado diário e o Welcome Center (Loja de Turismo e Produtos Locais), refere a autarquia, em nota de imprensa.

A Loja do Cidadão de Abrantes funciona das 09:00 às 16:00, de segunda-feira a sexta-feira, e resulta de um protocolo de colaboração estabelecido entre o município e a Agência para a Modernização Administrativa.

Ali funcionam os serviços da Autoridade Tributária (Finanças), Instituto da Segurança Social, Balcão de Serviços da Câmara Municipal (com exclusão dos Serviços de Urbanismo), Balcão dos Serviços Municipalizados e o Espaço Cidadão, com atendimento digital assistido que reúne serviços de diferentes entidades do Estado, como revalidação/alteração da carta de condução, obtenção de registo criminal, entrega de documentos de despesas para a ADSE, alteração de morada do Cartão de Cidadão ou submissão de Cartão Europeu de Seguro de Doença.

Fonte: Agência Lusa

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close