Actualidade

Nações Unidas distingue Força de Paraquedistas em missão na República Centro-Africana

Nações Unidas distingue Força de Paraquedistas em missão na República Centro-Africana.

Segundo um comunicado do Estado Maior General das Forças Armadas (EMGFA),  os militares do Exército e da Força Área que integram a actual 4.ª Força Nacional Destacada ao serviço das Nações Unidas na República Centro-Africana, foram ontem condecorados com a Medalha das Nações Unidas, a menos de um mês do seu regresso a Portugal.

A cerimónia foi presidida pelo Tenente-General Balla Keita, Comandante da Componente Militar da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA).

No discurso dirigido à Força portuguesa, o Tenente-General Balla Keita reiterou o agradecimento pelo excelente desempenho, profissionalismo e dedicação dos militares portugueses na condução das operações militares realizadas.

Detalhou ainda as acções de combate realizadas por esta Força, maioritariamente composta por Paraquedistas, decisivos para a protecção das populações e para o fortalecimento do diálogo político para a paz, que sentou à mesma mesa no final de Janeiro, em Khartoum, os grupos armados, representantes da União Africana e do governo da República Centro-Africana.

Destaca-se igualmente o agradecimento do general senegalês dirigido a Portugal, pela excelência do trabalho desenvolvido pelos sucessivos contingentes nacionais na protecção dos civis indefesos da República Centro-Africana, maioritariamente compostos por tropas especiais do Exército, de Comandos e de Paraquedistas.

O Comandante da Força portuguesa, Tenente-Coronel Fontoura, no discurso aos seus militares, relembrou o espírito de corpo e de sacrifício necessário para o cumprimento de uma missão de paz, a complexidade das operações devido ao ambiente incerto em que estas decorreram e, por fim, reforçou o enorme orgulho e privilégio que tem em comandar os “melhores soldados da Pátria”.

Militares portugueses foram distinguidos pelas Nações Unidas
Foto: EMGFA – D.R

A cerimónia contou ainda com a presença do 2.º Comandante da Componente Militar da MINUSCA, Tenente-General do Marco Serronha, e o Comandante da Missão de Treino da União Europeia na República Centro-Africana, Major General Herminio Maio, ambos do Exército português.

A actual Força Nacional Destacada na República Centro-africana, com um efectivo total de 180 militares, é maioritariamente composta por tropas especiais paraquedistas do 2º Batalhão de Infantaria Paraquedista de Aveiro e integra três controladores aéreos avançados da Força Aérea e militares de outras unidades do Exército.

O actual contingente termina a missão no próximo dia 11 de Março, altura em que regressa a Portugal e, uma nova Força, aprontada pelo Regimento de Comandos, assume as funções de Força de Reacção Rápida por mais seis meses neste teatro de operações.

Fonte: EMGFA

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close