Opinião

Pega de Caras : Sobre os Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos

POR ONDE ANDAM AS ENTIDADES DA PROTECÇÃO CIVIL ?
Há algum tempo que vários sócios solicitaram uma assembleia extraordinária para saber
da situação operacional da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de
Salvaterra de Magos e para encontrar soluções para esses problemas.
O primeiro grupo solicitou essa Assembleia Geral no mês de Novembro. Nunca foi
marcada. Em Janeiro deste ano, um grupo de sócios recolheu 150 assinaturas para
realizar outra Assembleia Geral Extraordinária para tratar do mesmo assunto, visto que
o monólogo da última assembleia em Dezembro protagonizado pelo seu presidente,
Nuno Antão, não correspondia à realidade operacional nem financeira dos Bombeiros
de Salvaterra.
Até agora o presidente da Assembleia Geral da AHBVSM, Nuno Antão, recusou
realizar essas duas assembleias.
Mas não é ele o representante dos sócios?
Qual o seu papel nesta Associação? Que esconde esta Direcção dos seus sócios?
A situação dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra é caótica. Não é novidade para
ninguém. Toda a gente no nosso concelho sabe disso.
O que não é público é que a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) e o CODIS
(sito em Almeirim) terem recebido, no início de Janeiro uma denúncia sobre várias
situações irregulares nos Bombeiros de Salvaterra e até agora ainda não actuaram.
Ou seja, até agora não foi feito rigorosamente nada!!!!
Como jornalista profissional e cidadão vejo-me obrigado a perguntar o seguinte:
– Porque é que ainda não foi feito nenhuma intervenção por parte do presidente da
ANPC ou pelo CODIS, Mário Silvestre?
No mínimo, uma averiguação sobre a veracidade da denúncia que foi feita.
Será verdade que a Sra. Comandante dos Bombeiros de Salvaterra, Lurdes Fonseca é
mesmo uma personalidade intocável? E a que se deve essa intocabilidade?
Estranha-se também que actualmente seja o comandante dos bombeiros voluntários de
Samora Correia, Miguel Cardia, a dar dicas à senhora comandante e ao irmão desta,
Luís Fonseca, comandante dos bombeiros de Coruche. E que existam almoços de
trabalho em restaurantes de Salvaterra para, supostamente, afinar estratégias.
Estará esta ajuda directamente ligada ao facto de Miguel Cardia, supostamente, ter a
ambição de ser o coordenador intermunicipal dos bombeiros dos concelhos de
Benavente, Coruche e Salvaterra?!
Se isto for verdade, poderá haver ingerência em assuntos internos da Associação
Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos (AHBVSM)…
É DEVER de um jornalista investigar situações anómalas como esta. Por muito que nos
ameacem com processos crime.
José Peixe

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close